Terça, 23 Janeiro 2018 15:18

Cortisol - O Astro do Estresse Destaque

Escrito por
Avalie este ítem
(4 Votos)

Muitas vezes, o cortisol está desregulado durante os estágios da fadiga adrenal. O hormônio anti-estresse mais importante no organismo é o cortisol.

Ele protege o corpo da Fadiga Adrenal excessiva através de:

  • Normalizar os níveis de açúcar no sangue - O cortisol aumenta os níveis de açúcar no sangue no organismo. O cortisol trabalha em conjunto com insulina do pâncreas para fornecer níveis de glicose adequados às células a fim delas obterem energia. É necessária mais energia quando o corpo está sob estresse, de qualquer fonte, e o cortisol é o hormônio que faz isso acontecer. Na fadiga adrenal, mais cortisol é secretado durante os estágios iniciais. Nos estágios mais avançados da Fadiga Adrenal (quando as glândulas adrenais se esgotaram), a produção de cortisol está reduzida.
  • Reduzir a inflamação - O cortisol é um poderoso agente anti-inflamatório. Quando temos uma lesão menor ou uma tensão muscular, a cascata inflamatória do nosso corpo é iniciada. O cortisol é secretado como parte da resposta anti-inflamatória. Seu objetivo é remover e prevenir o inchaço e vermelhidão dos tecidos. Estas respostas anti-inflamatórias evitam que as picadas de mosquito se ampliem, o estresse bronquial e o fechamento dos olhos pelo inchaço (edema) das alergias.
  • Suprimir o sistema imunológico - As pessoas com níveis elevados de cortisol são muito mais fracas do ponto de vista imunológico. O cortisol influencia a maioria das células que participam da reação imune, especialmente células brancas do sangue. O cortisol suprime células brancas do sangue, células assassinas naturais, monócitos, macrófagos e mastócitos. Também suprime a Fadiga Adrenal.
  • Regulação da pressão arterial - Cortisol contrai as artérias de tamanho médio. Pessoas com baixo nível de cortisol têm baixa pressão arterial. Eles não respondem a outros agentes corporais que fecham os vasos sanguíneos. O cortisol tende a aumentar a pressão sanguínea.
  • Lidar com o stress - Pessoas com Fadiga Adrenal não podem tolerar o estresse e sucumbem ao estresse severo. Níveis de estresse mais elevados exigem níveis mais altos de cortisol. Quando o nível de cortisol não pode aumentar em resposta ao estresse, é impossível manter o corpo em resposta ao estresse ideal.

O cortisol sustenta a vida através de dois tipos de ações regulatórias opostas, mas relacionadas.

  1. Ele libera e ativa os mecanismos de defesa existentes do corpo.
  2. Ao mesmo tempo, ele desliga e modifica os mesmos mecanismos para preveni-los.

divisor 1

Lido 138 vezes Última modificação em Terça, 23 Janeiro 2018 15:52
Dr. Renato Riccio

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Medicina Funcional e Integrativa com foco em Medicina do Estilo de Vida

www.drrenatoriccio.med.br

Deixe um comentário

Sobre o Equilibrium

O Centro Equilibrium - Medicina Individualizada vem realizando atendimento médico em Medicina Funcional com foco em Estilo de Vida há mais de 30 anos. Venha conhecer uma forma bem diferente de atendimento médico, que tem como foco a prevenção e a orientação do paciente, buscando juntamente com ele o atingimento de suas metas individuais.

Leia em Vitamina D

  • Deficiência de Vitamina D em homens pode aumentar o risco de cefaléia crônica

    Uma nova pesquisa européia sugere que a falta de vitamina D poderia ter outro efeito sobre a saúde, aumentando o risco de dor de cabeça crônica em homens.

  • Vitamina D e um sono bom e o gerenciamento da dor

    Após uma revisão das pesquisas publicadas sobre a relação entre vitamina D, sono e dor, os pesquisadores sugerem que a suplementação de vitamina D, juntamente com uma boa higiene do sono, pode oferecer uma maneira eficaz de administrar a dor em condições como artrite, dor nas costas crônica, fibromialgia e cólicas menstruais.

  • Menos radioterapia necessária se houver mais vitamina D (câncer de pulmão no laboratório) - março de 2017

    A vitamina D melhora a sensibilização do câncer de pulmão para a radioterapia

  • Vitamina D - novo estudo sugere que ela ajuda a diminuir o risco de câncer

    A vitamina D e o cálcio, há muito reconhecidos como importantes para a saúde óssea, atraíram o interesse clínico nos últimos anos por seus potenciais benefícios não esqueléticos, incluindo a prevenção do câncer.

  • Vitamina D permite prever a agressividade do câncer de próstata

    Pesquisadores americanos sugerem que há uma ligação entre os níveis baixos de vitamina D e a agressividade do câncer de próstata, é o que mostra um estudo publicado no “Journal of Clinical Oncology”.